ZEITGEIST II FILME – ADDENDUM

Endereço do vídeo legendado em português:

http://video.google.com/videoplay?docid=-1459932578939373300

Agora, neste filme de 1 hora e 56 minutos, o alvo é a economia em sua origem, função, definição e fim. Sim, este filme mostra que o sistema capitalista foi feito para entrar em colápso. É como encher um balão, o ar é o dinheiro, a riqueza dos povos, e quanto mais se enche a riqueza é proporcional. Porém, uma hora era explode e se descobre que, dentro do balão, não tinha nada. O sistema capitalista tem a priori a diferença social-econômica, ou seja, uma sociedade de paz é impossível.

E é nesse momento que ZEITGEIST se alia ao PROJETO VÊNUS.

PROJETO VÊNUS

venus-project

Resumidamente, esse projeto de Jacqué Fresco visa criar uma nova cidade e usando a tecnologia, que não avança por questões comerciais hoje, em seu pontecial máximo para fazer uma cidade auto-suficiente. Onde não haveria trabalho, diferença social, dinheiro ou, sequer, estado.

Mas para saber mais sobre este projeto

Seu endereço na internet é:

http://translate.google.com/translate?client=tmpg&hl=en&u=http%3A%2F%2Fwww.thevenusproject.com%2Fsite.html&langpair=en|pt

ZEITGEIST I – O FILME

ZEITGEIST, ou espírito do tempo em alemão, é um documentário de 2007 lançado na intenet de 116 min, produzido por Peter Joseph, que procura mostrar verdades e mentiras, neste filme especificamente sobre religião, política, 11 de Setembro e as guerras causadas pelos E.U.A. . Explana sobre uma nova filosofia que envolve desde economia, espiritualidade, a meio ambiente, pois, como mostrará, estão mais interligados do que parecem e teoriza uma conspiração que age através deles. Mas o vídeo dirá por si.

Endereço do vídeo:

http://video.google.com/videoplay?docid=-2282183016528882906&ei=Kw9NSb-aIZKwqwK__fzuCw&q=Zeitgeist+-+The+Movie+portu

Estrutura do filme

Primeira Parte: The Greatest Story Ever Told (A maior história alguma vez contada)

A primeira parte do filme é uma avaliação crítica do cristianismo. O filme sugere que Jesus seja um híbrido literário e astrológico e que a bíblia trata de uma miscelânea de histórias baseadas em princípios astrológicos pertencentes a civilizações antigas (Egito, especialmente). A atenção do filme se foca inicialmente no movimento do Sol e das estrelas, fato este que é uma das características das religiões “pagãs” (pré-cristãs). É então apresentada uma série de semelhanças entre a história de Cristo e a de Hórus, o “deus Sol” egípcio que partilha de todos os predicados do messias cristão. Há referência sobre o papel de Constantino na formação da Igreja e seus dogmas.

Segunda Parte: All The World’s a Stage (O mundo inteiro é um palco) 40 min: 30 seg

A segunda parte do filme foca-se nos ataques de 11 de setembro de 2001. O filme sugere que o governo dos Estados Unidos tinha conhecimento destes ataques e que a queda do World Trade Center foi uma demolição controlada pelo próprio Governo norte-americano. O filme assegura que a NORAD, entidade responsável pela defesa aérea dos Estados Unidos, tinha sido propositadamente baralhada no dia dos ataques com exercícios simulados em que os Estados Unidos estavam a ser atacados por aviões seqüestrados, justamente na mesma área dos reais ataques; mostra dezenas de testemunhas e reportagems que sugere que as torres ruiram não por causa dos aviões, mas por explosões internas e sabotagem; demonstra as ligações entre a família Bush e a família Bin Laden, parceiros comerciais de longa data, entre outras teorias intrigantes e alarmantes acerca da política mundial atual.

Terceira Parte: Don’t Mind The Men Behind The Curtain (Não liguem aos homems por detrás da cortina) 1h:14min

A terceira parte do filme focaliza-se no sistema bancário mundial, que supostamente tem estado nas mãos de uma elite de famílias burguesas que detém o verdadeiro poder sobre todos os países a eles associados, e na sua conspiração para obter um domínio mundial total eles tem modelado toda a mídia e cometido diversos crimes, muitos deles encenações para fins ocultos. O filme denuncia que a Reserva Federal dos Estados Unidos da América foi criada para roubar a riqueza dos Estados Unidos e também demonstra, como exemplo, o lucro que foi obtido pelos bancos durante a Primeira Guerra Mundial, Segunda Guerra Mundial, Guerra do Vietnã, Iraque, Afeganistão, e a futura invasão à Venezuela para obtenção de petróleo e comércio de armamento. O filme descreve a conspiração destes banqueiros, argumentando que o objetivo deles é o controle sobre toda a raça humana através da implantação de um chip localizador e identificador através do qual todas as operações e interações humanas serão realizadas, escravizando por fim a humanidade. Estão secretamente criando um governo unificado, com exército unificado, moeda unificada, e poder unificado, e que servirá apenas aos interesses dessa elite. Segundo o filme, o aspecto mais impressionante disso tudo é que tais mudanças serão aceitas pelo próprio povo naturalmente, pois está sendo manipulado pela mídia.

Sinópse: Movimento ZEITGEIST

zeigeist1

Sinópse do Movimento ZEITGEIST:

A mudança social só pode se concretizar se duas circunstâncias se encontrarem. Uma, o sistema de valores humanos, que consiste de nossos entendimentos e crenças, tem que se atualizar e mudar através da educação e atenta instrospecção. Dois, o ambiente deve ser mudado para suportar a nova visão do mundo. A interação entre as pessoas do sistema de valor e seu ambiente é que influencia a conduta humana.

Por exemplo, em nossa cultura, “ética” é realmente um ponto de vista, porque o nosso sistema social incentiva a competitividade e o interesse próprio. Essa perspectiva não só nos “guia” a uma conduta de aberrações… O cria diretamente. A corrupção é a norma da nossa sociedade e a maioria das pessoas não a vê, desde que a sociedade se apóia neste comportamente, é considerado correto e normal, ou um ponto de vista.

Dado esta explicação, há uma falácia que há emergido onde certos grupos são considerados “corrúptos” e os demais são considerados “bons”.  Essa é a velha visão do mundo de “eles e nós” a quela não tem bases empíricas, porque é, outra vez,  questão de ponto de vista. Por exemplo, há um grande movimento de pessoas que constantemente fala sobre “A Nova Ordem Mundial” e da nação que tem uma elite que tem tratado de tomar conta do mundo desde muito tempo e tem manipulado a sociedade de várias maneiras para alcançar suas metas.

Isto é, com certeza, verdade até certo ponto.

Mas, a falha da consciência é que este “grupo” não é um grupo do todo. É uma tendência.

Se você olha a gente de cima que estão metidos no controle controle hegemônico global, será questão de tempo para que outro grupo dê o primeiro passo para alcançar a mesma ambição.  Portanto, não são os grupos de indivíduos que representam um problema. Na realidade são as condições sobre as quais a gente tem sido acostumada e adoutrinada.  Claro, muitos argumentam contra este ponto de vista com a noção escapista de “é a natureza humana” a causa da competitividade e a necessidade de domínio. Isto não se suporta pelos fatos. Na verdade, nós somos como uma “lousa branca” ou “tabula rasa” quando nascemos e é nosso ambiente que forma quem somos e como será nosso comportamento. (Decerto que temos poder escolha também.)

Portanto, para que a verdadeira mudança ocorra, devemos gastar menos tempo com os produtos desta estrutura enferma e mais tempo em mudar as causas primeiras. Tão difícil e temível como pode ser o pensar, é a única maneira em que nosso planeta pode mudar para melhor.

Nós podemos continuar esmagando as formigas que saem de baixo do refrigerador, mas até que removemos a comida que está por trás, elas simplesmente continuarão saindo.

Tradução: Paulo Übermensch

Texto retirado de:

http://thezeitgeistmovement.com/synopsis.htm