O que é Justiça para Platão?

No livro I da, República de Platão, Sócrates tenta encontrar o definição de justiça, uma vez que para praticar a justiça é necessário saber anteriormente o que ela é, assim, a injustiça é praticada por aqueles que não a conhecem, a ignorância e a irracionalidade seriam as causas das injustiças:
“Sócrates afirmará que o mais precioso no homem é sua alma racional e que, graças à razão, pode ser justo e praticar a virtude. A ignorância e a irracionalidade são expressões e causas da violência.” (CHAUI, Marilena. Introdução a história da filosofia. São Paulo: Cia das Letras, 2002. p231)
No Livro I da A República da Platão encontraremos as seguintes definições:
Polemarco – “Que é justo – afirma Ele – devolver a cada um o que se lhe deve e nisso ele tem razão” (República, 331e) (Ele, é Simônides, poeta lírico, as inúmeras referencias e citações aos poetas que apareceram nos três primeiros livros da República ilustram bem como os gregos eram educados por meio da poesia. Esse modelo tradicional de educação, que Platão pretende superar na República. (GUINSBURG, J.,A República de Platão (Org).. São Paulo: Perspectiva, 2006: p 27-28, nota, 15)
Trasímaco – “Escuta pois – disse ele. – Declaro que o justo não é outra coisa senão o vantajoso ao mais forte. (GUINSBURG, J.,A República de Platão (Org).. São Paulo: Perspectiva, 2006: 339c)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s